Joel Santana tenta conter euforia dos jogadores do Flamengo

Técnico do Flamengo diz que partida diante do já rebaixado América-RN não será fácil para o Flamengo

25 de outubro de 2007 | 19h44

Na "crista da onda" no Campeonato Brasileiro, com cinco vitórias nas últimas seis partidas, o Flamengo viaja nesta sexta-feira para Natal, onde enfrenta no domingo o já rebaixado América-RN.   O torcedor rubro-negro, em lua-de-mel com o time, não admite outro resultado que não a vitória. Mas a principal atividade do técnico Joel Santana durante a semana tem sido segurar o ânimo dos jogadores e evitar o excesso de confiança.   "É um jogo muito difícil, pois o time deles jogará sem responsabilidade. A torcida pode achar que será fácil, mas estamos com os pés no chão", disse o centroavante Souza.   Para Joel, a partida será decisiva para as pretensões do Flamengo de alcançar a vaga nas Libertadores, até porque para efeitos práticos, o Rubro-Negro deverá jogar "em casa", com apoio maciço da torcida potiguar.   "Agora é momento de decisão. Iremos decidir nosso futuro na competição. Será um teste para ver se estamos mesmo preparados", comentou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série AFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.