Joel usa passado para minimizar pouco tempo na equipe do Vasco

Antes de estrear contra Luverdense, técnico lembra sucesso que teve com o time em 2000 e garante que poderá ter sucesso imediato

Estadão Conteúdo

08 Setembro 2014 | 14h46

De volta ao comando do Vasco, o técnico Joel Santana praticamente não teve tempo para preparar o time para a sua estreia, o duelo com o Luverdense, nesta terça-feira, em São Januário, pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador, porém, lembrou a sua experiência de sucesso no time em 2000, quando o assumiu nas fases decisivas da Copa Mercosul e da Copa João Havelange, o Campeonato Brasileiro daquele ano, para garantir que pode ter sucesso imediato.

"Uma vez aqui no Vasco eu assumi numa segunda e fui disputar o título da Mercosul, na quarta em São Paulo, ganhamos, e no domingo fomos à Minas jogar contra o Cruzeiro. A vida de treinador brasileiro é assim. É muito difícil, com um dia de trabalho, desenvolver tudo aquilo que você gostaria de desenvolver, mas nós estamos calejados. Assumimos e esperamos que o torcedor compareça amanhã e nos ajude, e a gente consiga os três pontos", disse. 

Adversário desta terça-feira, o Luverdense é um rival direto na luta pelo acesso, pois está na sétima colocação, enquanto o Vasco é quarto, com os dois times separados por apenas quatro pontos. Joel ressalta a necessidade do time vencer em casa e pede atenção dos seus novos comandados para evitar uma surpresa em São Januário.

"Temos que vencer qualquer adversário, seja o primeiro, ou seja o último. O Vasco venceu um que estava na ponta da tabela, e perdeu pro último. A gente tem que ter equilíbrio. E pra isso precisamos ter mais atenção", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Série B Vasco Joel Santana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.