Wilton Júnior/AE - 21/02/2010
Wilton Júnior/AE - 21/02/2010

Joel vê vaga próxima, mas faz alerta no Botafogo

'Estamos perto da vaga, mas no futebol é preciso ter um pé na frente e outro atrás', afirma o treinador

AE, Agência Estado

26 de março de 2010 | 12h58

Após ver o Botafogo vencer o Volta Redonda por 1 a 0, na última quinta-feira à noite, fora de casa, e ficar na liderança do Grupo B da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, o técnico Joel Santana admitiu que o time ficou próximo de conquistar a vaga nas semifinais desta fase da competição. Porém, o treinador manteve a humildade ao alertar que o atual campeão da Taça Guanabara pode ser superado na fase decisiva do torneio.

"Estamos perto da vaga, mas no futebol é preciso ter um pé na frente e outro atrás. Você pode ir do céu ao inferno rapidamente", afirmou o treinador, ressaltando que o futebol apresentado pela equipe vem o agradando.

"O importante é que estamos bem. Quando dá, entramos por cima, se não dá, entramos por baixo. Encontramos a forma do Botafogo jogar. Se mantivermos padrão, estrutura e equilíbrio, chegaremos bem, dentro do que planejamos, para a reta final de Carioca e Copa do Brasil", reforçou.

O zagueiro Antônio Carlos, por sua vez, lembrou que o atacante Caio, autor do gol da vitória do Botafogo sobre o Volta Redonda, aos 43 minutos do segundo tempo, segue sendo decisivo para a equipe. "Estamos perto de conseguir o primeiro objetivo, que é chegar na semifinal. Enfrentamos uma equipe difícil, que se fechou bem, mas graças a Deus o Caio é iluminado", comemorou.

O volante Leandro Guerreiro também elogiou a atuação botafoguense. "O Botafogo jogou bem contra um adversário difícil, bem postado. Mas não corremos perigo, tocamos a bola o tempo todo. Tivemos paciência. E sorte no gol do Caio", festejou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.