Joelho levou Zico a tomar morfina

O documentário sobre a vida futebolística de Arthur Antunes Coimbra, o Zico, era para ser uma celebração sobre a carreira de um dos mais brilhantes jogadores do Brasil. Provavelmente vá ficar marcado pelo detalhe da relação conflituosa - e até agora pouco explicada - do jogador com a morfina, um forte medicamento contra a dor. Segundo pessoas ligadas ao jogador carioca, Zico tomou pela primeira vez a droga em 85, após uma cirurgia no joelho - e estava sonolento. "Ele reclamava muito de dores e os médicos aplicaram o medicamento para que ele conseguisse dormir. Quando acordou e soube que tinha tomado morfina, Zico ficou transtornado, pediu para que os médicos americanos não aplicassem mais", disse um amigo do jogador.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.