Joelho levou Zico a tomar morfina

O documentário sobre a vida futebolística de Arthur Antunes Coimbra, o Zico, era para ser uma celebração sobre a carreira de um dos mais brilhantes jogadores do Brasil. Provavelmente vá ficar marcado pelo detalhe da relação conflituosa - e até agora pouco explicada - do jogador com a morfina, um forte medicamento contra a dor. Segundo pessoas ligadas ao jogador carioca, Zico tomou pela primeira vez a droga em 85, após uma cirurgia no joelho - e estava sonolento. "Ele reclamava muito de dores e os médicos aplicaram o medicamento para que ele conseguisse dormir. Quando acordou e soube que tinha tomado morfina, Zico ficou transtornado, pediu para que os médicos americanos não aplicassem mais", disse um amigo do jogador.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

30 de julho de 2002 | 09h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.