Jogador argentino terá que deixar Itália por lei de imigração

Meia argentino Lucas Javier Cabello contava com visto de estudante para permanecer de forma legal no país

EFE

29 de julho de 2008 | 16h13

O meia argentino Lucas Javier Cabello foi vítima do endurecimento da luta do governo italiano contra a imigração ilegal e terá que deixar o país.Cabello chegou há oito anos na Itália para estudar na cidade de Pesaro e chegou a dividir os livros com o futebol durante algum tempo. O meia disputou alguns jogos da série D do Campeonato Italiano pelo Grosseto há alguns anos.Entretanto, a Polícia de Pesaro comunicou ao atleta que ele deve deixar o país até o dia 6 de agosto. Segundo a lei Bossi-Fini, aprovada em 2002, o jogador não pôde ter sua permissão de residência renovada.O motivo é que a instituição onde Cabello estuda não está homologada pelas autoridades do setor no país. Desta forma, o meia não está autorizado a permanecer na Itália na condição de estudante.O jogador teve seu contrato rescindido na segunda pelo Jesina, seu último clube. A equipe estaria disposta a readmitir o atleta assim que sua situação for resolvida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ItalianoUefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.