Jogador belga é confundido com terrorista em Bruxelas

Radja Nainggolan ainda posou para foto com policiais

O Estado de S. Paulo

19 de novembro de 2015 | 13h57

Nesta quinta-feira, uma situação no mínimo embaraçosa aconteceu em Bruxelas, local que sediaria o amistoso entre Bélgica e Espanha, que acabou sendo cancelado para prevenir prováveis atos terroristas. 

Após retornar de uma tarde livre com os familiares, o jogador da seleção Radja Nainggolan encontrou seu quarto sendo revistado por três policiais no hotel em que a Bélgica está concentrada. Ele teria sido denunciado por um hóspede como possível terrorista. Porém, o jogador, de origem indonésia, foi rapidamente reconhecido pelas autoridades e ainda posou para uma foto.

"Obviamente, eu tenho um visual assustador. Porém, felizmente, a polícia me reconheceu imediatamente", afirmou Nainggolan, que atua na Roma, ao jornal local DH. Um amigo do atleta postou uma foto nas redes sociais tirando sarro da situação: "As pessoas chamaram a polícia porque Radja estava agindo de forma suspeita (risos)". As informações são do jornal italiano Gazzetta Dello Sport.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.