Jogador brasileiro morre na Índia

Mais uma morte no futebol. E novamente envolvendo um jogador brasileiro. Cristiano de Lima Júnior, de 25 anos, defendia o Dempo Sports Club, da Índia, e morreu neste domingo durante a partida contra o Mohun Bagan, na cidade de Bangalore, pela final do torneio local Federation Cup. Ele tinha acabado de marcar o gol de sua equipe, quando se chocou com o goleiro adversário (veja a imagem do momento do choque no jornal Indian Times ) e caiu desacordado em campo. Segundo relatos iniciais, já chegou morto ao hospital. Cristiano está no futebol indiano desde o ano passado - antes de chegar ao Dempo em outubro, defendeu o East Bengal. Atacante, ele marcou os dois gols da vitória de sua equipe sobre o Mohun Bagan, por 2 a 0, garantindo o título da Federation Cup. O segundo, em que acabou se chocando com o goleiro Subrata Pal, aconteceu aos 33 minutos do segundo tempo. Cristiano é socorrido no gramado Depois do atendimento inicial ainda dentro do gramado, o jogador brasileiro foi levado ao Hospital Hosmat de Bangalore, cidade ao Sul da Índia, mas não foi possível salvá-lo. ?A causa da morte só será conhecida após a autópsia?, explicou o médico que o atendeu, K.C. Satyaprakash."Por enquanto, as circunstâncias da morte são um mistério, ao tratar-se de uma morte não-natural. No entanto, não acreditamos que o falecimento seja por motivos anômalos", apontou S. Mariswamy, comissário de polícia de Bangalore.Após a partida, os jogadores do Dempo receberam o troféu da conquista, ainda sem saber que o companheiro já havia morrido. Trajetória - Cristiano nasceu em Brasília, mas foi revelado pelo Vasco. E apareceu para o futebol na temporada de 2001, quando estava emprestado ao Olaria e marcou 14 gols no Campeonato Carioca. Também passou por São Luiz-MA, América-RN e Criciúma-SC.Conhecido como ?Lima? na Índia, Cristiano era casado há três anos com Juliana Pereira Lima, mas não tinha filhos. ?Há uma semana ele já havia dado uma cabeçada e hoje teve este problema?, revelou a sogra do jogador, Luciana Martins Cardoso. ?Ele deu a cabeçada com alguém, caiu desmaiado por uns três minutos, mas depois fez exames e estava tudo certo. Hoje, veio esta notícia.? Histórico - O futebol mundial está vivendo uma terrível onda de mortes de jogadores em campo. Começou com o camaronês Marc-Vivien Foe, em 2003, passando pelo húngaro Miklos Fehér, já neste ano, e mais recentemente o brasileiro Serginho, do São Caetano, que morreu em outubro. Veja o especial Ciganos do Futebol, sobre os desconhecidos jogadores brasileiros que se aventuram pelos campos do mundo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.