Jogador da 4ª divisão será o primeiro julgado por simulação na Inglaterra

Shaun Miller, do Carlisle United, simulou pênalti e ajudou seu time a empatar com o Wycombe

Estadão Conteúdo

19 Outubro 2017 | 13h34

A Associação de Futebol da Inglaterra (FA) denunciou pela primeira vez um jogador por simulação nesta quinta-feira. O atacante Shaun Miller, do pequeno Carlisle, da quarta divisão nacional, pode ser o primeiro atleta do futebol do país a ser punido por cavar uma infração.

+ Polêmica parecida envolveu brasileiro em Arsenal x Watford

+ Veja com está a tabela do Campeonato Inglês

O regulamento da FA passou a prever a possibilidade de punição após as partidas a jogadores por simulação. No caso de Miller, uma comissão formada por três membros da entidade considerou que o atacante tentou ludibriar o árbitro. Para evitar uma punição, o Carlisle terá que entrar com recurso junto à federação.

De acordo com a federação inglesa, Miller "cometeu um claro ato de simulação" na partida da última terça-feira diante do Wycombe. No lance em questão, o atacante conseguiu um pênalti e um cartão amarelo ao adversário ao tentar um drible e se jogar na área. O Carlisle converteu a cobrança e o duelo terminou empatado em 3 a 3.

Se for considerado culpado, Miller pode ser suspenso por duas partidas. Vale lembrar que recentemente o atacante Richarlison, ex-Fluminense, ficou ameaçado de ser julgado pela FA por um pênalti supostamente cavado contra o Arsenal, mas a entidade entendeu que o lance não era claro de simulação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.