Jogador da Austrália minimiza ausência de Essien

Meia Tim Cahill, do Everton, diz que corte do meia ganês não representa vantagem para sua seleção

AE, Agência Estado

28 de maio de 2010 | 11h30

O meia australiano Tim Cahill procurou nesta sexta-feira evitar qualquer polêmica sobre a ausência do ganês Michael Essien, cortado na quinta por contusão no joelho, na Copa do Mundo da África do Sul. Austrália e Gana estão no Grupo D do Mundial, ao lado de Alemanha e Sérvia.

Veja também:

SIMULADOR - tabela Dê os palpites para a Copa

BLOG BRASIL NA COPA - forum Os bastidores da seleção

Apesar da ausência do principal jogador da seleção adversária, Cahill lamentou a contusão e afirmou que ela pouco beneficiará a Austrália durante a primeira fase.

"Não nos significa nada a lesão, apenas que precisamos trabalhar e nos concentrar em nossas próprias forças. Essien é um grande jogador, é triste para ele e para sua família ficar de fora desta grande competição. Precisamos apenas pensar em nosso próprio time", afirmou o jogador do Everton, que marcou dez gols nesta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.