São José
São José

Jogador da base do São José-RS e namorada são assassinados em Porto Alegre

Wesley Sampaio, de 19 anos, estava em carro alvejado por bandidos; alvo era o motorista, diz a polícia

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2019 | 13h22

O lateral-direito Wesley Sampaio Soares, de 19 anos, que atuava nas categorias de base do São José-RS, e a namorada dele, Sara Oliveira, foram assassinados na madrugada deste domingo em Porto Alegre. No ano passado, o jogador Daniel Correia também foi assassinado em caso que abalou o mundo do futebol

A Polícia Civil investiga o caso, mas afirma que o casal não era o alvo dos bandidos. Wesley e Sara retornavam de uma festa em um veículo SpaceFox conduzido por Deives da Silva Freire. A polícia informa que a viagem não foi feita por solicitação de aplicativo, mas por transporte clandestino, com pagamento direto ao motorista.

Três bandidos atiraram contra o carro na avenida Carlos Barbosa, uma das mais importantes da cidade. Minutos após o tiroteio, policiais da Brigada Militar abordaram o veículo dos atiradores. Eles confessaram o crime e confirmaram que o alvo da execução era o motorista. O motorista teria participado da morte de um integrante de uma facção criminosa. A tentativa de assassinato seria uma vingança. Os três criminosos foram presos em flagrante.

Wesley morreu no local; Sara foi levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde do motorista. O São José, equipe que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro, lamentou a morte de Wesleu por meio de nota oficial.

"A nossa família São José amanheceu consternada e em luto neste domingo. A violência, que nos assusta a cada dia mais, e  abrevia sonhos de tantos jovens em Porto Alegre, desta vez, nos tomou um dos nossos talentos. Wesley Sampaio, de apenas 19 anos, foi vitimado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.