Jogador de Trinidad morre em acidente

O meia Mickey Trotman, da seleção de Trinidad e Tobago morreu nesta quarta-feira após sofrer um acidente de carro, horas depois de chegar ao país para se preparar para o jogo de domingo contra Honduras, pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Trotman, de 27 anos, dirigia o carro, que bateu num poste, matando instantaneamente também o irmão do jogador, Stepham, de 25 anos, e uma mulher de 21 anos chamada Tessa Mosses. Outras duas pessoas que estavam no veículo, o irmão do jogador Kenyan e o amigo Triy Fernandez estão hospitalizados em estado grave.A polícia disse que o grupo voltava de uma casa noturna e regressava para a concentração da seleção quando aconteceu o acidente. A seleção de Trinidad Tobago é treinada pelo brasileiro Renê Simões, que contou que o jogador chegou ao país na terça-feira e foi direto treinar com a equipe. Trotman foi liberado depois do jantar para ver a família e deveria se reintegrar ao time em seguida. Simões elogiou o jogador, que atuava no Rochester Rhinos, um time da A-League, a segunda divisão dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.