Jogador do Anapolina, de Goiás, é morto a golpes de canivete

ANÁPOLIS - O jogador brasileiro Rafael Silva, de 18 anos do clube Anapolina, foi assassinado a golpes de canivete em uma discussão na cidade de Anápolis, no estado de Goiás, informou neste sábado a rádio CBN.

Efe

22 de janeiro de 2011 | 15h33

Rafael seguia na última quinta-feira de skate pelo bairro Vila Esperança quando discutiu com Wesley dos Santos, de 20 anos, quem, conforme testemunhas, foi o autor do crime.

O motivo da discussão ainda não foi revelado pelas autoridades, que horas depois detiveram o suspeito, quem de acordo com familiares da vítima o ameaçava há algum tempo.

Considerado uma das promessas do Anapolina, que disputa a primeira divisão do Campeonato Goiano, o jogador morreu em um hospital em Anápolis.

Em nota oficial, a equipe expressou "pesar" pela morte do atleta, "chamado pelos amigos e companheiros pelo apelido de Pelezinho".

"O clube perde um de seus mais alegres e promissores talentos, esperamos que a família encontre resignação nas boas lembranças deixadas pelo jovem", apontou a equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAnapolinaassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.