reprodução/ TV Morena
reprodução/ TV Morena

Jogador do Operário-MS que agrediu gandula é afastado pelo clube

Clube pune Jeférson Reis por confusão durante a derrota por 1 a 0 para o Comercial, pelo Campeonato Estadual

Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2018 | 16h46

As cenas de violência protagonizadas por Jéferson Reis no confronto entre Comercial e Operário, pelo Campeonato Sul-Mato-Grossense, não passaram impunes. Um dia depois de agredir um gandula na derrota por 1 a 0, o atacante do Operário foi afastado pelo clube nesta segunda-feira.

+ Leia as últimas notícias de esportes

+ Presidente do Vitória promete punir atletas

Em comunicado divulgado em seu site oficial, o Operário anunciou o afastamento de Jéferson Reis pela "confusão no fim da partida". Outro punido da mesma forma pelo clube foi o massagista Raul dos Prazeres, que teria sido o responsável por iniciar a confusão.

Tudo começou quando Jô marcou o único gol do triunfo do Comercial no Estádio Morenão, aos 45 minutos do segundo tempo. O gandula Tadeu Francisco celebrou a vitória e, com isso, deu início à confusão. As câmeras de televisão flagraram Jéferson Reis agredindo Tadeu violentamente, com diversos socos na cabeça.

Posteriormente, o gandula explicou que foi agredido inicialmente pelo massagista Raul dos Prazeres e respondeu da mesma forma, o que teria despertado a ira de Jéferson Reis. Tadeu garantiu ainda que recebeu chutes e socos de outros jogadores do Operário, como o experiente Rodrigo Gral, de 40 anos, com passagens por clubes como Grêmio, Flamengo, Bahia e Sport.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolgandula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.