Jogador do São Paulo diz que Equador pode vencer o Brasil

Reasco, que se recupera de fratura, visita elenco equatoriano antes da partida pelas Eliminatórias

EFE

16 de outubro de 2007 | 17h49

O lateral-direito Reasco, do São Paulo, visitou nesta terça-feira a seleção de seus país, que está concentrada em um hotel do Rio, e afirmou que o Equador "pode vencer" o Brasil nesta quarta-feira, em partida disputada no Maracanã pelas Eliminatórias da Copa de 2010.   "Podemos vencer o Brasil, sim. A Venezuela, por exemplo, nos surpreendeu em Quito, mas apesar do tropeço estamos fortes e esperamos fazer uma boa partida", disse o lateral a jornalistas que estavam no hotel no qual o Equador permanece concentrado.   No primeiro jogo das Eliminatórias para a Copa de 2010, o Equador foi derrotado por 1 a 0 pela Venezuela. Reasco, de 30 anos, sofreu uma fratura na perna esquerda em partida contra o Botafogo e está em processo de recuperação.   O jogador, que chegou andando e sem a ajuda de muletas, disse que espera voltar a treinar em dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.