Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Jogador é preso ainda em campo após jogo do Campeonato Potiguar

Atleta do Palmeira de Goianinha é acusado de participar de assalto

Estadão Conteúdo

22 Março 2015 | 12h02

O Campeonato Potiguar foi palco de um inesperado episódio na noite do último sábado. O Palmeira ainda celebrava a vitória por 1 a 0 sobre o Baraúnas, no Estádio Nazarenão, quando a Polícia Civil do estado entrou no gramado e levou preso o zagueiro Thiago Potiguar, acusado de participação em um assalto.

De acordo com o mandato de prisão expelido pela comarca de Nizia Floresta, Thiago é acusado de ter participado de um assalto a uma casa na praia de Barreta, no litoral Sul do Rio Grande do Norte, ocorrido no dia 4 de fevereiro. A residência pertenceria a policiais civis, conforme revelou justamente a Polícia Civil potiguar.

Thiago comemorava a vitória, que classificou o Palmeira ao segundo turno do Potiguar, quando foi levado ainda de uniforme para prestar depoimentos por policiais que acompanhavam a partida dos camarotes. Uma mulher que diz ter sido agredida pelos assaltantes no dia do crime teria reconhecido o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.