Jogador é proibido de deixar país

O atacante colombiano Jairo Castillo, que se envolveu em um acidente automobilístico no domingo, está proibido de deixar seu país. O jogador do América de Cali e da seleção colombiana viajaria para Gênova, na Itália, onde acertaria sua transferência para o Genoa. As negociações foram suspensas. Castillo permanece no hospital, em recuperação. Foi acusado de homicídio e pode pegar nove anos de prisão. No acidente, sua caminhonete chocou-se com um táxi, provocando a morte de duas mulheres, suas passageiras. Testemunhas afirmam que o jogador estava alcoolizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.