Jogadora da Suécia diz que Ronaldinho a pediu em casamento

Johanna Almgreen disse que jogador brasileiro ficou encantado com ela durante os Jogos Olímpicos de Pequim

Redação,

26 de agosto de 2008 | 12h53

Discreto quando o assunto é relacionamento amoroso, o meia Ronaldinho Gaúcho recebeu uma notícia nada agradável nesta terça-feira, já que a atacante da seleção sueca de futebol, Johanna Almgreen, confessou que o brasileiro a pediu em casamento durante os Jogos Olímpicos de Pequim.De acordo com notícia divulgada pelo jornal sueco The Local, Almgreen teria dito a outro jornal, Borås Tidning, que Ronaldinho Gaúcho simplesmente deixou de lado o que fazia e foi diretamente ao encontro dela, no hotel dividido pelas seleções brasileira e a sueca. "Nós [jogadoras da seleção sueca] corremos até o saguão do hotel para pedir autógrafos. Ronaldinho ignorou todos os chineses e veio diretamente até mim. Ele me olhou diretamente nos olhos, pegou minha mão e a beijou. Eu quase desmaiei", disse a atleta.Depois do encontro caloroso no saguão do hotel, a jogadora teria recebido uma ligação na noite de tal dia. "Alguém disse, num inglês nada bom, que ele havia entrado em contato comigo em nome do Ronaldinho, que queria que eu fosse até seu quarto", afirmou a atleta.Almgreen, juntamente com sua companheira de quarto, decidiu encontrar Ronaldinho. A conversa foi basicamente através de sinais, já que o brasileiro não sabia falar inglês, enquanto a sueca apenas "arranhava" no português e no espanhol. Mesmo assim, a jogadora disse que um intérprete, presente no quarto de Ronaldinho, traduziu uma conversa do brasileiro com seu companheiro de seleção. "O intérprete disse que Ronaldinho perguntou se eu gostaria de casar com ele. Eu fiquei surpresa e respondi imediatamente: não!"A jogadora sueca disse que já tem seu "Romeu" na Suécia que, a propósito, não ficou nada feliz ao saber do flerte do jogador brasileiro, que já está com o elenco do Milan, preparando-se para a temporada 2008/09.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.