Jogadores aprovam dupla Júnior/Rivellino

Estar sob o comando de um boleiro é idéia que agradou aos jogadores do Corinthians. O grupo festejou nesta quarta-feira quando Júnior foi anunciado oficialmente como substituto de Geninho. E ao que tudo indica, a reação mais esperada dos atletas, a volta da motivação, deve acontecer, pelo menos nos primeiros jogos. "É aquela velha história de a pessoa já ter sido jogador e saber exatamente o que incomoda ou como proceder em cada momento", afirmou o meia Robert, o mais experiente do elenco corintiano, com 32 anos.A mesma análise é feita em relação a Roberto Rivellino como diretor-técnico. Embora ainda diante de grande expectativa quanto ao primeiro contato com os novos comandantes, o atacante Gil era só otimismo. "O Rivellino tem uma história muito grande dentro do clube e certamente vai poder contribuir bastante com a gente", disse. "Já o Júnior, mesmo sem muito contato, tem experiência na seleção brasileira e isso é muito importante."Tanto o novo cartola como o treinador serão apresentados na sexta-feira. A diretoria, no entanto, não definiu se Júnior fará sua estréia no domingo, quando a equipe enfrenta o Vitória, em Salvador. O mais provável é que o auxiliar-técnico Jairo Leal comande o time e Júnior esteja no banco na partida contra o São Caetano, dia 9, no Pacaembu. A idéia de estrear diante da torcida agrada aos dirigentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.