Thomas Samson / AFP
Thomas Samson / AFP

Jogadores chegam à França com a taça da Copa do Mundo

Avião da equipe foi recebido com jatos de água dos bombeiros no aeroporto parisiense

EFE

16 de julho de 2018 | 13h43

A taça da Copa do Mundo aterrissou nesta segunda-feira no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, junto com os jogadores da seleção francesa que a conquistaram com a vitória por 4 a 2 sobre a Croácia no último domingo. O avião, que havia decolado de Moscou cerca de quatro horas antes, pousou às 16h50 horas (horário local; 11h50 em Brasília) no aeroporto parisiense, onde foi recebido com jatos de água dos bombeiros.

+ Baixe o pôster da França bicampeã do Mundial

+ Relembre o 1º título da França numa Copa do Mundo

+ OPINIÃO: Os ‘pequenos príncipes’ de Deschamps dão a Copa da Rússia para a França

+ Acidentes durante festejos do bicampeonato mundial deixam dois mortos na França

A ministra de Esportes francesa, Laura Flessel, foi a encarregada de receber a delegação na porta do avião. O goleiro Hugo Lloris, capitão da equipe, foi o primeiro a descer, com o troféu na mão, ao acompanhado pelo técnico, Didier Deschamps, e pelo presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët.

Em seguida, os jogadores desceram pela escada para chegar a um tapete vermelho que os conduziu a um pequeno pódio, onde tiraram a primeira foto em solo francês com o troféu conquistado.

 

Visivelmente cansados após uma noite de festa em Istra, onde a seleção francesa ficou concentrada na Rússia, os jogadores seguiram para o interior do aeroporto, de onde serão transferidos de ônibus a Paris escoltados por um esquema de segurança.

A seleção francesa percorrerá em um ônibus conversível a avenida Champs-Élysées, onde é esperada por centenas de milhares de pessoas.

Em 1998, quando a França venceu a Copa do Mundo pela primeira vez, mais de um milhão e meio de torcedores acompanharam a chegada triunfal da equipe liderada por Zinedine Zidane. Desta vez, o esquema de segurança impedirá que os torcedores se aproximem do ônibus.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.