Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Jogadores corintianos comemoram título e miram o profissional

Para o presidente Mário Gobbi, a atual geração tem potencial e chances de fazer sucesso no time principal do Corinthians

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

25 de janeiro de 2015 | 13h40

A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0 encerrou um ciclo avassalador do time Sub-20 do Corinthians. Em dois meses, a equipe arrematou o Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro da categoria e faturou uma simbólica tríplice coroa com a nona conquista da Copa São Paulo, garantida neste domingo no Estádio do Pacaembu.

Depois de atingir o feito, os jogadores comemoraram muito e agora projetam a ascensão natural ao time principal. "Acho que ninguém vai conseguir na história repetir esse feito. A gente trabalha muito forte para que o trabalho seja reconhecido, não só meu como o de todo mundo", afirmou Matheus Cassini, que não jogou a decisão por estar suspenso.

Ele é um dos mais cotados para ser promovido ao elenco principal, além de nomes como Pedro Henrique e Gabriel Vasconcellos. Multicampeão nas divisões inferiores, o Corinthians vive o eterno paradoxo de não conseguir revelar grandes jogadores para a equipe profissional. Foram muito poucos os que repetiram no profissional o sucesso na base - casos de Casagrande, Zé Elias e Willian.

Para o presidente Mário Gobbi, a atual geração tem tudo para quebrar a escrita e fazer sucesso também no profissional. "Eles estão prontos, podem subir todos que darão conta", exaltou o dirigente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.