Jogadores da Argentina têm dia agitado na Itália

A segunda-feira no Hotel Sonrisa de San´Antonio Abate foi agitada para a seleção da Argentina, que se prepara para o amistoso desta terça diante da Angola. Os jogadores chegaram no hotel pela manhã e foram recebidos com flores, músicas e fogos de artifício - cerca de 20 torcedores também aguardavam a passagem dos jogadores para pegar autógrafos e tirar fotos. Os atacantes Lionel Messe e Javier Saviola foram os mais assediados, assim como o técnico José Pekerman. "Parece que estou indo para um casamento", contou o goleiro Roberto Abbondanzieri, após caminhar por um tapete vermelho, cercado por torcedores e flores. Pouco depois da seleção subir para os quartos, os organizadores do hotel começaram a preparar uma entrevista coletiva com dois jogadores. Entretanto, os membros da comissão técnica não queriam que nenhum atleta retornasse para falar com a imprensa. A confusão se instalou e vários jornalistas - grande parte de italianos - começaram a ir embora, já que ninguém descia para a coletiva. Porém, os organizadores do hotel e os dirigentes argentinos chegaram a um acordo e o atacante Julio Cruz e o zagueiro Leandro Cufré desceram para conversar com os jornalistas. O amistoso diante da Angola acontecerá nesta terça-feira, em Salerno, na Itália. A outra partida amistosa antes da Copa será contra a Arábia Saudita, no dia 4 de junho. A estréia na Argentina na Copa do Mundo será contra a Costa do Marfim, no dia 10 de junho - os outros adversários serão a Sérvia e a Holanda.

Agencia Estado,

29 Maio 2006 | 12h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.