Divulgação/CBF
Divulgação/CBF

Jogadores da seleção brasileira celebram treinos em São Paulo

CT do Corinthians será usado como base até véspera da partida

Estadão Conteúdo

09 de novembro de 2015 | 12h18

A comissão técnica da seleção brasileira decidiu mudar a rotina e realizará em São Paulo a preparação para o jogo diante da Argentina, quinta-feira, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Os jogadores treinarão no CT do Corinthians até a véspera do confronto, quando finalmente embarcam para Buenos Aires.

A medida agradou o elenco, que celebrou a possibilidade de contato com a torcida antes da viagem. "A comissão técnica sempre tenta fazer o melhor para os atletas. Então, escolheram ficar aqui em São Paulo e só viajar um dia antes da partida. Acho que é válido e é bom para a gente que vem da Europa sentir um pouco desse calor da torcida brasileira", disse o volante Fernandinho ao site da CBF.

A justificativa da comissão técnica é que a mudança facilitará a logística para os jogadores, evitando o deslocamento individual e a chegada de atletas em dias diferentes, como aconteceu na estreia das Eliminatórias, contra o Chile em Santiago. Mas para Filipe Luis, isto também pode ajudar a levantar o ânimo da equipe.

"Estar em casa, sentir o carinho da torcida, levanta o ânimo. Não que não estejamos bem, estamos em um grande momento. Cada jogador que está aqui está desempenhando um grande trabalho nos clubes. Vamos estar bem aclimatados em casa, perto do torcedor, e vamos com muita confiança e moral para ganhar esse jogo que vai ser muito difícil", afirmou.

Quem também aposta em um confronto bastante difícil no clássico sul-americano é David Luiz, até pelo momento das duas equipes, que tiveram estreias irregulares nas Eliminatórias. O Brasil vem de uma derrota para o Chile e uma vitória sobre a Venezuela, enquanto a Argentina perdeu para o Equador, em pleno Monumental de Nuñez, e empatou com o Paraguai.

"A gente vai estar perto do nosso povo, da nossa gente. Vamos nos preparar da melhor maneira possível. Tenho certeza que eles (comissão técnica) sempre têm a melhor logística para nós. Vai ser um jogo muito difícil, contra uma equipe muita capacitada e eu espero que a gente possa fazer um jogo seguro, inteligente. Tenho total confiança no meu time", avaliou o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.