Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Jogadores da seleção minimizam tropeço da Itália

'Se trata de um clássico. Sabemos da importância, independente da situação das equipes', diz Gilberto Silva

AE, Agencia Estado

19 de junho de 2009 | 16h48

PRETÓRIA - A Itália surpreendeu negativamente ao perder por 1 a 0 para o Egito, quinta-feira, na segunda rodada do Grupo B da Copa das Confederações, mas os jogadores da seleção brasileira não acreditam que a equipe terá facilidade no duelo de domingo, em Pretória. Para Gilberto Silva, o confronto será complicado.    

Veja também:

linkJogadores da seleção brasileira realizam safári

linkJogadores da seleção minimizam tropeço da Itália

linkSeleção brasileira se divide para treinos na África do Sul

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Se trata de um clássico mundial. Sabemos da importância, independente da situação das duas equipes. Será uma partida disputada e estamos nos preparando para isso", afirmou o volante, um dos jogadores mais experientes da seleção brasileira, apostando em um duelo complicado.

Já o lateral-direito Maicon acredita que a Itália entrará em campo querendo vingar a derrota por 2 a 0 em amistoso realizado em fevereiro. "A temperatura vai ser altíssima. Todos vão querer vencer. Eles vão estar a mil por hora. A gente sabe da força, eles querem vencer. Perderam em amistosos e não vão querer tropeçar de novo. A gente tem que neutralizar essa vontade deles", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.