Jogadores da seleção treinam cobranças de pênaltis

O treino deste domingo da seleção brasileira no SSG 90 Stadion, em Bergisch Gladbach, na Alemanha, ficou marcado pelo fato dos jogadores terem treinado cobranças de pênaltis. Isto é necessário devido ao fato de que, a partir de agora na Copa do Mundo, a vaga nas próximas fases pode ser decidida desta forma (caso terminem empatadas após o tempo normal e a prorrogação).Sob olhar atento do técnico Carlos Alberto Parreira, nove jogadores foram bater os pênaltis. Kaká, Ronaldo, Adriano, Lúcio, Juninho Pernambucano, Juan, Gilberto Silva, Emerson e Ronaldinho Gaúcho foram os escolhidos e o desempenho geral foi bom. Em três cobranças, apenas Kaká, Ronaldo, Juninho e Juan erraram um.Ronaldinho Gaúcho cobrou apenas dois pênaltis e acertou ambos. Já o ponto negativo ficou com o zagueiro Lúcio, que também chutou apenas dois e errou ambos.Marcação sob pressãoAntes das cobranças de pênaltis, os jogadores realizaram mais uma vez um trabalho de marcação sob pressão. Em apenas metade do campo, o trabalho teve 7 jogadores contra 7 e o pedido do técnico Parreira era que a defesa pressionasse o ataque quando este estivesse com a bola. Depois, acontecia o contrário, com o ataque pressionando a defesa para recuperar a bola o quanto antes.Foi realizado ainda um treino de bolas aéreas de ataque. Ronaldinho Gaúcho e Juninho Pernambucano cobravam faltas e escanteios, sempre com Kaká, Adriano, Lúcio, Juan, Lúcio e Emerson ou Gilberto Silva na área para concluir para o gol, sem marcação adversária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.