Jogadores de Gana reafirmam que jogam por toda a África

O capitão da seleção de Gana, Stephen Appiah, disse neste domingo que sua equipe vai representar todo o continente africano na partida de terça-feira, contra o Brasil, em Dortmund. "Vamos jogar não somente em nome de Gana, mas de toda a África. Depois do jogo contra os Estados Unidos, eu recebi telefonemas de amigos de Senegal, Togo e Nigéria. Sentimos que jogamos por eles, e que estão orgulhosos por termos de avançado na competição".Grandes jogadores do presente e do passado, como os camaroneses Samuel Eto´o e Roger Milla, e os ganeses Tony Yeboah e Abedi Pelé, demonstraram apoio à equipe de Gana. "Fizemos história em nossa primeira participação numa Copa", disse o meio-campo Muntari, que sonha com uma vitória sobre o Brasil e em levar sua seleção a ser a primeira africana a chegar às semifinais.Por sua vez, o técnico da equipe, o sérvio Ratomir Dujkovic, continua afirmando quesua meta é chegar entre os quatro melhores da competição: "Talvez eu esteja sendo muito otimista, mas meus jogadores podem colher resultados ainda melhores. Só sei é que o Brasil terá de sofrer para vencer", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.