Amr Abdallah Dalsh/Reuters - 09-01/2010
Amr Abdallah Dalsh/Reuters - 09-01/2010

Jogadores de Togo decidem disputar Copa Africana

Reviravolta ocorreu na noite deste sábado, de acordo com o jornal francês L'Equipe

Agências internacionais,

10 de janeiro de 2010 | 01h16

Os jogadores da seleção de futebol de Togo, que haviam desistido de ir a Angola, decidiram disputar a Copa Africana de Nações. A mudança de posição da equipe foi anunciada na noite deste sábado, 9. A informação foi publicada na edição deste domingo, 10, do jornal francês L'Equipe.

 

Veja também:

link Adebayor desiste de disputar a Copa Africana

link Goleiro de Togo confirma mais duas mortes

link Apesar de ataque, organizadores mantêm Copa link Fifa e Confederação Africana condenam atentado 

 

O jornal cita o meio-campista Alaixys Romao dizendo que a equipe, por unanimidade, concordou em permanecer em Angola. Com a reviravolta no caso, a estreia de Togo na Copa Africana de Nações acontecerá nesta segunda-feira, contra Gana.

 

Na última sexta-feira, o ônibus que levava a seleção de Togo a Cabinda, em Angola, foi metralhado. O atentado, que teve a autoria reivindicada pelo grupo separatista Frente de Libertação do Enclave de Cabinda (Flec), provocou a morte de três pessoas, além de deixar nove feridos.

 

Devido ao incidente, o governo togolês pediu que a seleção de futebol retornasse ao país e deixasse de disputar a Copa Africana de Nações.

 

O pedido do governo veio após a confirmação de que o goleiro reserva da equipe, Kodjovi Obilale, foi transferido para um hospital em Johannesburgo neste sábado, segundo informou o ministro de Comunicação Social angolano, Manuel Rabelais.

 

Após o ataque sofrido, a seleção de Togo já tinha iniciado os preparativos para deixar Angola. O Manchester City, clube do atacante e capitão togolês Emmanuel Adebayor, afirmou que o jogador não iria atuar na CAN e já estaria a caminho da Inglaterra.

Tudo o que sabemos sobre:
TogoCopa da África

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.