Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alfredo Estrella/AFP
Alfredo Estrella/AFP

Jogadores do América do México aceitam atraso de salários em apoio a funcionários

Atletas alegam que iniciativa visa proteger os pagamentos da equipe feminina e dos responsáveis pelo serviço administrativo do clube

Redação, AFP

17 de abril de 2020 | 07h27

Os jogadores do América do México (primeira divisão do futebol mexicano) propuseram adiar o pagamento de uma porcentagem de seus salários em apoio aos funcionários e a outras equipes do clube, em meio à interrupção do torneio Clausura-2020 devido à pandemia do novo coronavírus.

"Esta grande iniciativa tem o objetivo de proteger, de maneira preventiva, o salário de suas companheiras da equipe feminina, assim como os integrantes dos serviços básicos e todos os funcionários administrativos", anunciou o clube em um comunicado.

Segundo Santiago Baños, presidente das 'Águilas', os dirigentes do clube "aceitam" a iniciativa dos jogadores, apesar de, segundo o comunicado, o América possuir "finanças fortes e saudáveis". A declaração também destaca que a iniciativa de solidariedade dos jogadores da equipe principal "representa os valores do americanismo".

Outras equipes da primeira divisão mexicana que propuseram adiar seus pagamentos em apoio a seus clubes são o Querétaro do atacante argentino Ariel Nahuelpán e o Tijuana do atacante equatoriano Miler Bolaños

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.