Jogadores do Atlético-MG acreditam em nova virada

Equipe terá que repetir o roteiro das semifinais da Copa Libertadores para conquistar o título

AE, Agência Estado

18 de julho de 2013 | 12h21

ASSUNÇÃO (PARAGUAI) - O Atlético Mineiro terá que repetir o roteiro das semifinais da Copa Libertadores para conquistar o título da competição e os jogadores acreditam que uma nova virada é possível. Assim como aconteceu no confronto com o Newell''s Old Boys, o time perdeu o jogo de ida da final por 2 a 0 para o Olímpia e agora terá que reverter a vantagem na próxima quarta-feira, no Mineirão.

Herói da classificação para a final ao defender um pênalti contra o Newell''s após a vitória por 2 a 0 no tempo regulamentar, Victor lembrou que o Atlético-MG já superou o desafio imposto pelo resultado do jogo no Defensores del Chaco. "É um resultado difícil, mas já revertemos uma vez e podemos reverter de novo", destacou.

O atacante Diego Tardelli também acredita na virada e aposta na força do time como mandante, em um Mineirão lotado, para conquistar o título da Libertadores, assim como os outros jogadores. "Vamos juntar todo mundo, a torcida, e continuar acreditando. Vamos de novo, é emoção até o final. Temos a força da nossa torcida e a final ainda não acabou", afirmou.

A opinião foi compartilhada pelo volante Pierre, que ressaltou a necessidade do time ter uma atuação perfeita diante do Olimpia. "Vamos fazer do Mineirão um caldeirão, a gente vai se entregar por inteiro e procurar fazer uma partida impecável para conseguir conquistar o título", disse.

No jogo de volta, o Atlético-MG precisará de uma vitória por três gols de diferença para ser campeão da Libertadores, enquanto um triunfo por dois gols de vantagem leva o confronto para a prorrogação. No duelo decisivo, o time não terá o lateral-direito Marcos Rocha e o lateral-esquerdo/volante Richarlyson, que vão cumprir suspensão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.