Jogadores do Atlético voltam a treino

Os jogadores do Atlético Mineiro voltaram aos treinamentos na manhã desta quinta-feira um dia depois de deflagrarem uma greve em protesto contra o atraso no pagamento de salários. Os atletas compareceram ao treino marcado para as 9 horas, ms não conversaram com os jornalistas. Ainda não se sabe se a diretoria do Atlético já teria providenciado o pagamento. Os atletas se reuniram no início da tarde e decidiram deixaro Centro de Treinamento de Vespasiano. O grupo participou normalmente das atividades pela manhã. A decisão de não treinar no período da tarde foi comunicada poruma comissão formada por Marques, Rodrigo Fabri, Euller e Danrleiaos assessores de imprensa do Galo. Após a debandada geral, a comissão técnica, incluindo o treinadorMarco Aurélio, funcionários do Departamento de Futebol e segurançastambém foram embora.O presidente do Atlético, Ricardo Guimarães, disse que recebeu anotícia da greve com muita surpresa. Ele informou que o clube devedois meses de salários aos atletas, mas observou que anteontem (27) adiretoria havia feito um acordo com o grupo para o pagamento de umaparte dos débitos (incluindo premiações) até o final da semana. Orestante seria quitado no próximo mês. "O Atlético está cumprindo a sua parte. Já está com os chequesprontos para serem entregues amanhã (hoje) para os jogadores e não entendeuporque eles se retiraram do treinamento", disse o dirigente, queprometeu não tomar nenhuma retaliação diante do que classificou como"atitude radical" dos atletas. "A diretoria está errada quando nãopaga os salários, mas não adianta também uma caça às bruxas agora. Játemos confusão demais. O que precisamos é um mínimo de paz dentro daturbulência que a gente já vive normalmente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.