Twitter/Chapecoense
Twitter/Chapecoense

Jogadores do Bahia são agredidos em protesto da torcida em aeroporto

Time está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 13 pontos somados em 13 jogos, na 17ª posição

Estadão Conteúdo

20 de julho de 2018 | 23h06

Às vésperas de enfrentar o rival Vitória, em clássico marcado para o próximo domingo na Fonte Nova, os jogadores do Bahia foram alvo de protesto nesta sexta-feira. Um grupo de cerca de 20 torcedores cobrou o elenco no aeroporto de Salvador e alguns atletas foram agredidos, mesmo que a polícia tenha agido para tentar evitar uma confusão ainda maior.

+ Em jogo fraco, Chapecoense e Bahia empatam em SC e seguem ameaçados

O protesto dos torcedores se deu no desembarque da delegação em Salvador, na sequência do empate por 1 a 1 com a Chapecoense, quinta-feira, na Arena Condá, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Everson, Junior Brumado e Zé Rafael foram os principais alvos dos torcedores.

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e o diretor de futebol Diego Cerri também foram cobrados pelos torcedores e conversaram com alguns deles, assim como jogadores tentaram acalmar os ânimos, antes que ocorressem empurrões e algumas agressões entre torcedores e atletas.

O Bahia está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 13 pontos somados em 13 jogos, na 17ª posição. Além disso, foi batido recentemente pelo Sampaio Corrêa na decisão da Copa do Nordeste. O time vai enfrentar o Vitória no domingo, na Fonte Nova, pela 14ª rodada do torneio nacional.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBahia [Esporte Clube Bahia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.