Jogadores do Barbarense cobram prêmios

Mesmo classificados para as quartas-de-final do Campeonato Paulista, os jogadores do União Barbarense continuam insatisfeitos com o atraso das premiações da primeira fase. Eles esperam pelo pagamento dos "bichos" nas vitórias sobre Portuguesa Santista (2 x 0) e Atlético Sorocaba (2 x 1), além do empate de 1 a 1 com a Portuguesa de Desportos.Na semana passada, os jogadores já haviam reclamado publicamente do atraso nos salários de fevereiro, que só deverão ser pagos no próximo dia 20, conforme o combinado. Alguns dos atletas chegaram até a acusar o presidente da União Barba rense Ltda - que administra o futebol do clube -, Marcos Lucena, o Magu.O time sofreu com os mesmos problemas em outubro do ano passado pela Série C do Brasileiro. Mesmo com o time classificado para a segunda fase, os dirigentes atrasaram salários e prêmios dos jogadores.Apesar de todos os problemas, os jogadores prometem empenho total na partida contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, pelo Paulistão. A confiança no time é tão grande, que alguns até acreditam em uma vitória. "Apesar desse favoritismo santista, dentro de campo não há diferença. São 11 contra 11", afirmou o atacante argentino Benítez, que estreou marcando um gol na vitória sobre o Atlético Sorocaba.Para esse jogo, o técnico Sérgio Farias não poderá contar com os volantes Wilton Batata e Felipe, suspensos pelo terceiro amarelo e expulsão, respectivamente. O atacante Wesley Brasília, que há dez dias se recupera de uma lesão na coxa direita, ainda é dúvida. O time só deve ser definido no coletivo marcado para a próxima sexta-feira cedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.