Vitor Silva/SSPress Botafogo
Vitor Silva/SSPress Botafogo

Jogadores do Botafogo ainda demonstram confiança em classificação

Após golear, equipe faz contas para ainda sonhar com vaga na semifinal da Taça Rio

Redação, Estadão Conteúdo

22 de março de 2019 | 00h09

Após marcar seu primeiro gol com a camisa do Botafogo, na vitória por 4 a 1 em cima da Portuguesa nesta quinta-feira, o meia Diego Souza disse acreditar na classificação à semifinal da Taça Rio. O time alvinegro precisa vencer o Americano, na última rodada, e torcer contra Cabofriense e Flamengo, de quem ainda precisa tirar uma diferença de quatro gols de saldo.

"Possibilidade ainda existe. Temos que fazer o nosso trabalho. É difícil, mas não é impossível. Precisamos torcer por dois resultados, que são bem possíveis de acontecer. Vamos fazer nossa parte e ver o que acontece", disse o meia.

"Felicidade de fazer o gol, mas o mais importante é que saímos com a vitória. Fiz meu segundo jogo com o campo muito encharcado. Estou voltando a jogar com mais intensidade. Tivemos algumas dificuldades no primeiro tempo, mas voltamos a jogar como Botafogo no segundo. Conseguimos impor nosso ritmo e acabamos com um grande resultado", completou.

Marcinho seguiu a linha de Diego Souza, negou ser um milagre o Botafogo conseguir a classificação e deixou claro que o time lutará até o fim. "Se é possível, não é milagre. Temos trabalhado bastante. Se a classificação vier, será muito merecida", apontou o lateral.

Diego Cavalieri também mostrou acreditar na classificação, ainda que com mais pessimismo do que seus companheiros de equipe. "Depender de outros resultados sempre é complicado, mas temos que fazer nosso papel e ver o que a tabela nos proporciona. Importante é que o time vem crescendo, tem mantido uma regularidade. E essa vitória nos dar confiança para seguir evoluindo."

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.