Jogadores do Brasil esperam um jogo mais aberto com Japão

Para os jogadores da seleção brasileira, a partida desta quinta-feira, contra o Japão, deverá ser a mais aberta desta primeira fase do Mundial. "Eles não podem ficar atrás porque precisam vencer o jogo", disse o capitão Cafu. E lembrou: "Se eles abrirem a defesa, isso vai ser muito bom para nós, porque teremos mais liberdade para armar as jogadas de ataque". O lateral ressaltou que, no último jogo, Austrália chegou a ter nove jogadores atrás da linha da bola. "Assim fica difícil achar espaço para jogar".O atacante Adriano também espera um jogo diferente contra os japoneses. "Nós já enfrentamos o Japão na Copa das Confederações do ano passado, e eles fizeram uma boa partida. Eles correm bastante, devem jogar abertos e vão querer jogar bem contra nós".Para o jogador da Inter de Milão, essa provável postura da equipe de Zico será favorável para os atacantes do Brasil. "Está difícil furar as defesas adversárias. Até agora, as seleções que enfrentamos jogaram com muitos atrás, e isso dificultou muito o meu trabalho e do Ronaldo". E para quem está classificando o próximo jogo de "amistoso", Adriano garante que a equipe está levando partida a sério: "Terminar em primeiro lugar é importante, e nós vamos em busca disso".Por sua vez, o meia Kaká ressalta que um jogo mais aberto, como o que se espera que aconteça contra o Japão, é mais bonito de se jogar e de se assistir. "Mas não é necessariamente mais fácil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.