Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Corintianos admitem abalo psicológico após primeiro gol alviverde

Alvinegro começa bem, mas perde por 2 a 0 para o Palmeiras

O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2015 | 18h30

A partida entre Corinthians e Palmeiras começou movimentada. Logo nos primeiros minutos, Renato Augusto teve clara chance de gol, defendida por Fernando Prass. O time vinha mostrando empenho, mas sofreu um baque após levar o primeiro gol de Rafael Marques, que por consequência, fez com que o alviverde atacasse mais e fizesse outro, para dar ao 2 a 0 números finais ao jogo válido Campeonato Brasileiro que ocorreu no Itaquerão. Ao fim do jogo, os próprios atletas admitiram que o tento mexeu com o psicológico da equipe.

Melhor do Corinthians na partida, Renato Augusto lamentou as oportunidades perdidas. "Começamos bem até tomarmos o gol e depois caímos bastante. Começamos o segundo tempo melhor também, tivemos chances que não conseguimos aproveitar, e depois ele controlaram e seguraram a partida."

Escalado mais uma vez entre os titulares no lugar de Elias por opção de Tite, Bruno Henrique afirmou que o time precisa se recuperar rapidamente. "Infelizmente jogamos muito abaixo do que vinhamos jogando. Temos que colocar a cabeça no lugar por que o campeonato é longo", disse o volante, que deve ser o titular da equipe nos próximos jogos, já que o camisa 7 vai defender a seleção brasileira na Copa América.

Apesar das perdas dos titulares Emerson Sheik e Guerrero, que foram dispensados pelo clube na última semana após a não renovação de seus contratos, Danilo falou que suas saídas não podem fazer com a atuação da equipe caia. "Dificil a gente falar, não é porque o Sheik e o Paolo saíram que a gente pode jogar desta forma. Futebol tem que jogar bem para vencer".

Com jogadores importantes saindo, aliados a eliminação na Libertadores, a derrota para o arquirrival no Brasileiro deve mexer com os ânimos no clube. Mesmo assim, Edu Dracena diz estar preparado. "Quem joga aqui sabe que é pressão toda hora. Não esperávamos essa derrota, mas é levantar a cabeça."

Com derrota para o Palmeiras, o Corinthians caiu provisoriamente para a oitava colocação no torneio. Para se recuperar, o time viaja a Porto Alegre para encarar o Grêmio na próxima quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.