Bruno Domingos/Reuters
Bruno Domingos/Reuters

Jogadores do Corinthians lamentam derrota no Maracanã

Zagueiro Chicão afirma que equipe perdeu grande chance de abrir vantagem por atuar com um homem a mais

ANDRÉ RIGUE, Enviado Especial - estadão.com.br e BRUNO LOUSADA - O Estado de S. Paulo

29 de abril de 2010 | 00h16

Os jogadores do Corinthians lamentaram a derrota dentro do Maracanã, principalmente pelo fato de atuar com um jogador a mais desde os 36 minutos do primeiro tempo. O zagueiro Chicão afirmou que o clube alvinegro perdeu uma chance preciosa. "Tivemos tudo para conseguir um resultado melhor. Entretanto, permitimos que eles jogassem no contra-ataque. Sofremos o gol numa bobeira."

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Flamengo 1x0 Corinthians 

linkTravestis, chuva e correria marcam a chegada dos torcedores

Para obter a vaga, o Corinthians agora precisará ganhar por dois gols de diferença no estádio do Pacaembu.

 

Em seu retorno após duas partidas para recuperar a forma física, Ronaldo teve uma atuação discreta e acabou substituído por Souza no final do jogo. Ainda no intervalo, o Fenômeno reclamou do campo encharcado. "A chuva prejudicou o jogo." No segundo tempo, a drenagem do Maracanã melhorou e a bola rolou com um pouco mais de velocidade.

 

Apesar das provocações da torcida do Flamengo com Ronaldo e do gramado pesado, os corintianos destacaram que os jogadores do rubro-negro tiveram uma atuação limpa. "A bola parou a toda hora, mas o jogo foi tranquilo, e não chegou a estar violento", disse Dentinho.

 

IRRITAÇÃO

Andrés Sanchez não gostou do tratamento recebido no Maracanã. O presidente do Corinthians encontrou problemas na tribuna reservada pelo Flamengo e acompanhou parte do jogo ao lado da imprensa - teve de encarar a pouca visibilidade das cabines por causa dos vidros embaçados pela chuva. Andrés ficou muito nervoso e roeu as unhas por várias oportunidades, principalmente quando o Corinthians foi atacado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.