Susana Vera/Reuters
Susana Vera/Reuters

Jogadores do Eibar tem vídeo de sexo vazado, são criticados e se desculpam

Mulher apresenta queixa contra Sergi Enrich e Antonio Luna

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2016 | 10h26

Oitavo colocado no Campeonato Espanhol, o Eibar virou notícia na imprensa espanhola, mas não por causa do futebol até que surpreendente que está demonstrando em campo. Dois jogadores da equipe, Sergi Enrich e Antonio Luna, tiveram um vídeo íntimo vazado em que aparecem fazendo sexo com uma mulher.

A dupla foi bastante criticada pelos torcedores e, diante da repercussão, divulgaram um pedido de desculpas nas redes sociais. "Lamentamos profundamente que uma indiscrição, pela qual não somos responsáveis, tenha feito com que as imagens fossem divulgadas sem nosso conhecimento, e muito menos nosso consentimento. Da mesma forma, lamentamos que a divulgação deste vídeo possa danificar nossa imagem, mas especialmente a imagem do clube cujas cores defendemos e possa ter ofendido nossos torcedores e a cidade de Eibar, em geral", escreveram os jogadores. 

"A gravação foi realizada entre pessoas adultas, com pleno consentimento de todos, e no âmbito da liberdade da qual todos usufruímos", continuaram. "Somos conscientes de que os jogadores de futebol profissionais devem dar exemplo em todos os âmbitos, especialmente às crianças, razão pela qual pedimos desculpas por este incidente, que pode ter ferido alguém", encerram.

A mulher já apresentou à Ertzaintza, polícia do País Basco, uma queixa contra os dois jogadores, alegando que não aceitou gravar o vídeo. Em determinado momento da gravação, ela realmente vê que está sendo filmada e pede para que parem, mas isso não acontece.   

Mais conteúdo sobre:
Futebol Campeonato Espanhol de Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.