Jogadores do Flamengo levam punições brandas do TJD-RJ

Obina, Bruno, Jônatas e Toró liberados para ajudar o clube rubro-negro nas semifinais da Taça Rio

Redação,

02 de abril de 2008 | 20h27

O Flamengo não jogou neste meio de semana, mas teve vitórias a comemorar. Quatro jogadores do time foram indiciados por tumultos na derrota para o Botafogo por 3 a 2. Obina, Jônatas, Toró e Bruno poderiam pegar longas suspensões. O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio julgou os casos na niote desta quarta-feira.Veja também: Flamengo escalará reservas contra o Vasco da Gama Obina foi quem pegou a punição mais "severa". Acusado de agredir o goleiro Castillo, o atacante foi suspenso por duas partidas. Como já cumpriu a suspensão automática, desfalcará o time apenas no clássico contra o Vasco neste domingo.Os meias Jônatas e Toró, também acusados de agressão, foram condenados por ato hostil e foram punidos com um jogo de gancho. Jônatas já cumpriu a pena. Toró não poderá enfrentar o Vasco.O goleiro Bruno foi absolvido por unanimidade de votos. Assim, Joel Santana pode dormir tranqüilo. O treinador rubro-negro temia longas punições que afastassem os jogadores da fase decisiva do Campeonato Carioca.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoEstadual do RioTJD-RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.