Jogadores do Flamengo serão julgados nesta quarta-feira

Bruno, Obina, Toró e Jônatas podem desfalcar o rubro-negro na reta final do Estadual do Rio

Agência Estado,

01 de abril de 2008 | 19h27

O Flamengo pode ter vários desfalques na reta final do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. O goleiro Bruno, o centroavante Obina e os meio-campistas Toró e Jônatas serão julgados nesta quarta-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). O técnico Joel Santana reclamou do tempo que demorou para ser realizado o julgamento de seus jogadores. "Não me tira o sono, mas me preocupa. É uma situação que se alongou muito e apareceu agora às vésperas dos jogos finais". O goleiro Bruno foi denunciado no artigo atrelado ao 157.2. A suposta tentativa de chutar o zagueiro André Luís pode lhe custar uma suspensão de, no mínimo, 60 dias. Jônatas foi indiciado no artigo 251 - Reclamar por gestos ou palavras, contra as decisões da arbitragem, ou desrespeitar o árbitro e seus auxiliar. A punição varia de um a quatro jogos. Ele também foi citado no artigo 253 atrelado ao 157.2 pela tentativa de cabeçada no botafoguense Jorge Henrique. A pena mínima é de 60 dias. O meio-campista Toró, que chutou a cabeça do goleiro Castillo, foi denunciado no artigo 253 atrelado ao 157.1. Ele está sujeito a uma pena de 120 dias. Já Obina foi inserido no artigo 254 - praticar jogada violenta. Ele pode ser suspenso de dois a seis jogos. O atacante também pode ser punido por infringir o artigo 253 atrelado ao 157.1, que lhe causaria suspensão de pelo menos 120 dias por suposta agressão ao goleiro Castillo.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.