Jogadores do Flu respondem a Túlio

Em meio à comemoração pelo título, os jogadores do Fluminense demonstravam contrariedade com o comportamento do atacante Túlio, do Volta Redonda, que durante a semana chegou a anunciar que deixaria sua marca na decisão de hoje, com um gol de bicicleta. "Quem ganha a vida com a boca é cantor", disse o atacante Leandro, em tom de desabafo. O goleiro Kléber também fez críticas ao artilheiro do Campeonato Carioca. "Escutamos calados o que ele falou. O profissional tem que respeitar o companheiro, não pode menosprezar os outros. Até porque podemos atuar lado a lado no futuro." Ele revelou que chegou a reclamar durante o jogo com Túlio, sobre as declarações do adversário antes da partida. "Agora ele pode dar uma volta de bicicleta em Volta Redonda como vice-campeão", prosseguiu Kléber. O zagueiro Antônio Carlos, autor do terceiro gol, o que determinou o 30º título do Campeonato Carioca para o Fluminense, também não perdoou Túlio. "Tudo o que ele falou só serviu para motivar nosso time mais ainda. Ele, agora, vai ter de pedalar em Volta Redonda." Além de ter dito sobre o gol de bicicleta, Túlio provocou os tricolores com vários comentários desde o início da semana passada. O técnico Abel Braga, emocionado com a conquista, se recusou a dar entrevistas. No campo, não falou com ninguém. Depois, não compareceu à coletiva. Foi embora, sem dar satisfações. Brasileiro - O Fluminense quer fazer da estréia no Campeonato Brasileiro, domingo, contra o São Paulo, o jogo da entrega das faixas, para os dois campeões estaduais. Vários atletas do clube têm proposta para deixar as Laranjeiras: Antônio Carlos, o lateral Gabriel, o zagueiro Fabiano Eller e meia Diego. De acordo com o presidente Roberto Horcades, os quatro mencionados devem estar em campo no fim de semana para o clássico dos campeões.

Agencia Estado,

17 de abril de 2005 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.