Jogadores do Galatasaray creem ter orgulhado torcida

O futebol turco nunca foi conhecido pelo seu primor técnico, mas sim pela sua garra. Com uma torcida apaixonada, os principais clubes turcos sempre protagonizaram espetáculo de dedicação. E foi novamente assim nesta terça-feira, quando o Galatasaray virou sobre o Real Madrid, vencendo por 3 a 2 em Istambul.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2013 | 19h34

O resultado não foi suficiente para classificar a equipe turca às semifinais da Liga dos Campeões, mas serviu para mostrar a força do Galatasaray, que saiu perdendo por 1 a 0, precisava fazer cinco gols para se classificar, e foi atrás de conseguir. Marcou três, teve um quarto anulado, e só levou o segundo já no fim, num contra-ataque.

Na opinião dos jogadores do Galatasaray, a torcida tem muitos motivos para se orgulhar do time. "Depois de perder o primeiro jogo por 3 a 0, mais um gol sofrido em casa, é difícil recuperar. É claro que os nossos torcedores devem estar orgulhosos de nós. Vencemos uma equipe como o Real Madrid, que é uma das mais poderosas do mundo. Lamento não termos conseguido a alcançar às semifinais", comentou Nordin Amrabat.

Johan Elmander destaca que a equipe não tinha muitas esperanças de se classificar. "É quase impossível eliminar uma equipe como o Real Madrid após perder por 3 a 0. Mostramos esta noite, com o nosso espírito de luta, que somos uma boa equipe. Estamos orgulhosos das nossas performances na Liga dos Campeões."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGalatasarayLiga dos Campeões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.