Jogadores do Grêmio fazem apelo para que a diretoria renove com Luxemburgo

Treinador tem contrato até o fim da temporada e ainda não decidiu seu futuro

O Estado de S. Paulo

20 de novembro de 2012 | 16h37

SÃO PAULO - Os jogadores do Grêmio fizeram um apelo para que a diretoria do clube não deixa o técnico Vanderlei Luxemburgo ir embora. O técnico, que levou o time gaúcho para a Libertadores de 2013 e agora tenta chegar em segundo lugar no Brasileirão, ainda não acertou sua renovação para a próxima temporada. Luxa está há dez meses no Olímpico e tem o apoio tanto do elenco quanto da torcida, que também já gritou seu nome no estádio: 'Fica, Luxemburgo'.

Os jogadores não pretendem participar ou influenciar na decisão do novo presidente do Grêmio, Fábio Koff. Mas gostariam de ser ouvidos nesse processo. Como o clube gremista trocou de comando, com a eleição de Koff, Luxemburgo ficou sem saber o seu futuro. Por enquanto, o cartola ainda não disse se pretende renovar seu contrato. O treinador garantiu, meses atrás, que não pretende pedir aumento de salário para permanecer no Olímpico, mas também não deu sinal verde para que seu acordo seja renovado. "Tenho ainda de conversar com a minha família", disse o treinador.

Dificilmente Luxemburgo deixaria Porto Alegre para outra cidade a não ser São Paulo ou Rio de Janeiro. Mas como ele esteve no Palmeiras e no Flamengo recentemente, muitos acreditam que ele voltaria a comandar eses times. Ocorre que o Palmeiras também trocará de presidente dia 21 de janeiro e, dependendo de quem entre no lugar de Arnaldo Tirone, que ainda não sabe se vai concorrer à eleição, o nome de Luxa poderá ser uma das opções.

Outra alternativa do treinador é comandar uma seleção já visando a Copa do Mundo de 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
GrêmioBrasileirãoluxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.