Jogadores do Grêmio pegam punição pesada no STJD

O Grêmio terá problemas para manter a liderança na seqüência do Brasileirão. Nesta quarta-feira, três jogadores do time gaúcho foram julgados no Superior Tribunal de Justiça (STJD). O zagueiro Léo foi punido com 120 dias de suspensão, o também defensor Réver pegou gancho de três jogos, e o atacante Morales não poderá atuar por oito partidas. Desta maneira, se o Grêmio não conseguir diminuir as penas, Léo não defende mais a equipe no campeonato e Morales volta somente na última rodada, contra o Atlético-MG.Os três jogadores foram julgados por lances ocorridos na partida contra o Botafogo, no último dia 4, em que o Grêmio venceu por 2 a 1. Léo, que foi expulso na oportunidade, foi indiciado por chutar Jorge Henrique, do time carioca, sem a bola estar em disputa. Já Rever foi punido por empurrar o meia Carlos Alberto, e Morales era acusado de fazer falta violenta no lateral Alessandro. Com as baixas, o técnico Celso Roth terá sérias dificuldades para armar a equipe, já que os três estavam atuando no time titular. Enquanto Léo e Réver formavam a zaga, o uruguaio Morales vinha sendo escalado no ataque por causa da ausência de Marcel, que continua contundido. No início desta semana, caso os atletas fossem mesmo punidos, Roth deu indícios de que formaria a defesa com William Thiego e Jean. No ataque, Soares deve fazer dupla com Perea. O Grêmio enfrenta a Portuguesa, fora de casa, no próximo domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.