Luciano Leon/Estadão
Luciano Leon/Estadão

Jogadores do Grêmio trocam socos durante treino desta quarta

Pará admite ter "entrado forte" na dividida, o que provocou a reação do atacante Lucas Coelho; companheiros acalmaram os ânimos

ELDER OGLIARI, O Estado de S. Paulo

29 de outubro de 2014 | 20h17

O lateral-direito Pará e o atacante Lucas Coelho trocaram socos depois de uma disputa de bola durante o treino do Grêmio, nesta quarta-feira. O defensor admitiu ter "entrado forte" na dividida, o que provocou a reação do colega. Os demais participantes das atividades se aproximaram e acalmaram os ânimos. O técnico Luiz Felipe Scolari manteve os dois no treino.

Ao deixar o local, no final da tarde, Pará explicou o incidente, dizendo que todos estavam se sentindo cobrados porque não acertavam a marcação e revelou que havia pedido desculpas e feito as pazes com Lucas Coelho. "Já está tudo normal, somos um grupo e estamos pensando na partido do final de semana", afirmou.

Antes da confusão, Felipão aproveitou a atividade para testar os possíveis substitutos do lateral-esquerdo Zé Roberto e do volante Riveros, que cumprirão suspensão contra o Vitória, no sábado, na Arena Grêmio.

O técnico começou a atividade armando a equipe com dois volantes e três meia mais ofensivos no meio-campo. Pará foi para a lateral-esquerda - depois Felipão testou Breno nesta posição -, enquanto o argentino Matias Rodríguez atuou no lado direito.

Ainda em recuperação, o zagueiro Rhodolfo não participou do treino e foi substituído por Bressan. Fellipe Bastos e Ramiro foram os volantes. E o setor ofensivo foi formado por Fernandinho, Luan, Dudu, no meio-campo, e Barcos, isolado no ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.