Jogadores do Inter lamentam morte de goleiro do São Paulo

Confiantes na conquista do título da Libertadores, o que seria inédito na história do clube, os jogadores do Internacional realizaram na manhã desta sexta-feira uma sessão de musculação, já visando o jogo da próxima quarta. Entretanto, o assunto mais comentado do dia foi a morte do goleiro reserva do São Paulo, Weverson Heron, de 19 anos.Os jogadores e o técnico Abel Braga lamentaram a perda e prestaram solidariedade ao elenco são-paulino. No entanto, os atletas acham que o ocorrida nesta sexta não vai influenciar no comportamento de ambas as equipes para o segundo jogo da final. Por sinal, o volante Edinho acredita que para o Inter sair vencedor a equipe deve manter a mesma postura da partida do Morumbi."Estamos num ritmo forte e ainda temos muita coisa para melhorar. Vamos manter os pés nos chão, pois sabemos que o São Paulo é uma equipe forte. Nosso ponto principal será em tentar repetir a boa marcação do jogo no Morumbi", explicou Edinho em entrevista à rádio Bandeirantes.Os torcedores também estão demonstrando muita confiança na conquista do título. Muitos até já começaram a improvisar acampamentos ao redor do Estádio do Beira-Rio, para garantir os ingressos para a decisão. A previsão da diretoria do Inter é de que os bilhetes só comecem a ser vendidos no domingo.Como venceu a primeira partida por 2 a 1, o Inter joga por um empate para ficar com o título. Caso o São Paulo vença por um gol de diferença, a decisão vai para a prorrogação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.