Ricardo Duarte / Internacional
Ricardo Duarte / Internacional

Jogadores do Internacional culpam tempos distintos por empate contra o Palmeiras

Depois da partida, vice de futebol do time gaúcho diz que irá à CBF pedir áudios da arbitragem no jogo contra o Flamengo

Redação, Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2019 | 20h04

Após o empate por 1 a 1 contra o Palmeiras, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro, os jogadores do Internacional lamentaram não só o resultado. Para eles, o time gaúcho tinha condições de vencer se tivesse caprichado mais nas finalizações no primeiro tempo.

"Nosso primeiro tempo foi muito bom e poderíamos ter feito mais gols para definir o jogo. Jogamos bem o primeiro tempo, mas não fizemos um grande segundo tempo. Eles foram superiores na etapa final", reconheceu o meia Patrick, autor do gol do Internacional na primeira etapa. O Palmeiras empatou no segundo tempo, com o atacante Willian.

Para o atacante Rafael Sóbis, o Palmeiras dificultou a vida do Internacional na etapa final. "Inter x Palmeiras é um jogo super grande. O Willian teve felicidade de fazer um golaço no início do segundo tempo, eles ganharam confiança e o jogo se tornou difícil. Talvez se tivéssemos feito os gols que criamos no primeiro tempo, sairíamos com um melhor resultado. Contra um time vice-líder do campeonato, nós queríamos a vitória, mas pelo jeito que a partida acabou, o 1 a 1 foi justo", disse.

O atacante também comentou sobre as vaias após o final do jogo. "O torcedor não pode esquecer que dois anos atrás a situação era diferente porque estávamos na Série B. Hoje o Inter disputa título. Tem que apoiar. Eles estão machucados, mas nós também estamos. Vamos disputar o título. O campeonato ainda está aberto e o torcedor tem que ter consciência que não estamos disputando o rebaixamento. Precisamos do apoio de todos", prosseguiu.

O vice de futebol, Roberto Melo, disse após a partida que irá até a CBF para ouvir os áudios e ver os lances do VAR no jogo contra o Flamengo. No meio da semana, o Internacional perdeu por 3 a 1 e teve Guerrero e Bruno expulsos. "A gente leva várias demandas e lances que a gente entende que poderiam ser interpretados de forma diferente. E queremos ouvir os lances que geraram nossa expulsão e o pênalti em cima do Guerrero. Queremos entender o procedimento e a conduta da arbitragem", revelou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.