Jogadores do Liverpool saem em defesa de Luis Suárez

Os jogadores do Liverpool divulgaram um comunicado em conjunto nesta quarta-feira para defender o companheiro Luis Suárez, que no dia anterior recebeu suspensão de oito jogos por ofensa racial. No texto, o elenco do clube inglês diz estar "chocado e revoltado" com a punição imposta ao atacante uruguaio.

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2011 | 17h20

Titular do Liverpool e da seleção uruguaia, Luis Suárez foi condenado pela Associação de Futebol de Inglaterra (FA) por ofensas raciais contra o lateral francês Patrice Evra, do Manchester United, em jogo realizado em outubro, pelo Campeonato Inglês. São oito jogos de suspensão e multa de US$ 62 mil.

Luiz Suárez negou as acusações de Evra, mas acabou sendo condenado. Nesta quarta-feira, porém, ele recebeu o apoio público de seus companheiros. "Nós apoiamos totalmente Luis e gostaríamos que o mundo todo soubesse disso. Sabemos que ele não é racista", diz o comunicado divulgado pelos jogadores do Liverpool.

"Temos convivido, treinado e jogado com Luis nos últimos 12 meses e nunca o vimos agir do jeito com que ele tem sido retratado", diz um outro trecho do comunicado, que foi divulgado pelos jogadores antes do Liverpool entrar em campo, nesta quarta-feira, para enfrentar o Wigan, pelo Campeonato Inglês.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiverpoolLuis Suárez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.