Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Jogadores do Palmeiras culpam lesões por empate contra o Santos

Equipe perdeu Mina e Moisés no primeiro tempo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2016 | 22h54

Embora o empate por 1 a 1 com o Santos tivesse mantido o Palmeiras como líder do Campeonato Brasileiro, os jogadores do time alviverde lamentaram o resultado no clássico realizado nesta terça-feira, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Um diferencial para o jogo, na opinião dos atletas, foi o fato do técnico Cuca ter que fazer duas alterações ainda no primeiro tempo, por causa de lesões.

"Foi um clássico difícil. Saímos na frente, mas não conseguimos segurar o resultado. Tivemos que fazer duas mudanças por causa de lesão, ainda no primeiro tempo, e isso atrapalhou bastante o nosso time", analisou o atacante Dudu.

O volante Tchê Tchê acredita que o time mostrou bom futebol, mas teve dificuldades com as alterações. "Apresentamos nosso futebol que a gente vem jogando. Perdemos dois jogadores importantes e isso dificultou um pouco, mas a gente sai contente por não ter perdido", minimizou.

O meia Zé Roberto acredita que o Palmeiras não conseguiu mostrar a mesma força após levar o gol de empate. "Depois que sofremos o gol ficou difícil reagir. O Santos tem qualidade e temos que sair de cabeça erguida. Sabemos que o nosso pensamento era ganhar os três pontos, ainda mais por jogar em casa, mas temos que focar na partida contra o Inter", completou o experiente palmeirense.

No primeiro tempo, Cuca teve que tirar Moisés e o zagueiro colombiano Mina e colocou Arouca e Edu Dracena. A saída do meia acabou fazendo a diferença, já que o time perdeu o principal jogador de articulação das jogadas.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 29 pontos e reassumiu a liderança isolada do Brasileirão, agora só com um ponto a mais do que o Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.