Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Jogadores do Palmeiras ignoram má atuação no início: 'Vitória coletiva'

Equipe melhora no segundo tempo, após entrada do time reserva; Cristaldo e Alan Patrick, vindos do banco, marcaram no amistoso

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

25 de janeiro de 2015 | 21h21

A vitória do Palmeiras por 3 a 2 sobre o Red Bull, neste domingo à noite, foi conquistada muito graças à boa atuação dos reservas que entraram no intervalo do primeiro para o segundo tempo no Allianz Parque. Embora o time alviverde tenha aberto o placar na primeira etapa, a atuação da equipe foi muito ruim. Ao final da partida, os atletas minimizaram a diferença de desempenho nos dois períodos do amistoso.

"A equipe toda está de parabéns. No primeiro tempo, a gente venceu, então todo mundo está de parabéns", lembrou o atacante Dudu, um dos melhores do Palmeiras em campo e que fez sua estreia com a camisa alviverde neste domingo. "Estou feliz, não só pela minha boa atuação no segundo tempo, como por toda a equipe que fez um grande jogo."

Já o meia Alan Patrick, autor do terceiro gol, também destacou a força do grupo. "O jogo foi bom e difícil, porque enfrentamos um adversário que vai disputar o Campeonato Paulista. Boa prova para fortalecer nesse começo de trabalho e o mais importante foi a vitória", explicou o jogador, que fez questão de elogiar o companheiro Dudu. "Ele é inteligente e isso facilita muito. Ele pensa rápido", resumiu.

O elenco do Palmeiras se reapresenta na tarde desta segunda-feira, na Academia de Futebol, e volta a campo no próximo sábado, para enfrentar o Audax, às 17 horas, novamente no Allianz Parque.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasRed Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.