Jogadores do Palmeiras pedem para controlar a empolgação após goleada

Time ganhou as três primeiras partidas do ano e desponta como favorito no Campeonato Paulista

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 de janeiro de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - Em três jogos no ano pelo Campeonato Paulista o Palmeiras já trocou a desconfiança pelo time no ano do centenário pelo discurso de segurar a empolgação. O aproveitamento de 100%, somado à goleada por 4 a 1, neste domingo, sobre o Sorocaba, e ao ótimo retorno de Valdivia, fazem o elenco pregar cautela.

"Toda a equipe está em uma sequência de jogos muito boa. A nossa pré-temporada foi produtiva, ganhamos do Sorocaba por um placar amplo, mas nada disso vai adiantar se não formos campeões", resumiu o lateral-esquerdo Juninho. Após as duas últimas vitórias fora de casa, o Palmeiras vai ter a chance de nos próximos jogos contar com a ajuda da torcida no Pacaembu para manter a boa fase. Na quinta-feira o adversário é a Penapolense e no próximo domingo é o clássico com o São Paulo. "Está se formando um grupo forte e, creio eu, que nós temos tudo para dar certo", disse com otimismo o volante Wesley.

Principal jogador do time, Valdivia jogou neste domingo até os 28 minutos da segunda etapa e contrariou a expectativa de que sairia ao fim do primeiro tempo por não ter condições físicas de aguentar a partida. Para a felicidade do Palmeiras, foi após o intervalo que o meia desequilibrou o jogo e mostrou o quanto é útil ao time.

"É diferente jogar com o Valdivia na equipe. Ele tem visão de jogo, técnica e sabe segurar a bola", elogiou o meia Mazinho. Ciente da sua importância para equipe, o chileno, porém, preferiu conter a empolgação após ser o melhor em campo na vitória de virada. "Vamos com calma. O que tiver para jogar, vamos jogar e se a comissão achar melhor segurar, vamos segurar", disse.

O chileno afirmou que a boa atuação se deve ao trabalho de pré-temporada, mas disse não estar com 100% da forma física. A presença dele nos próximos jogos é uma incógnita. A tendência é que seja poupado do jogo na quinta-feira para estar em condições plenas de atuar no clássico com o São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.