Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Jogadores do São Paulo admitem que sofreram 'gols bobos' em clássico

Pratto e Wellington Nem vêem derrota por 3 a 2 diante do Corinthians motivada por erros defensivos

Estadão Conteúdo

11 de junho de 2017 | 19h14

O São Paulo teve sua reação no Campeonato Brasileiro freada ao perder por 3 a 2 para o Corinthians, em Itaquera, em jogo válido pela sexta rodada. Para Lucas Pratto, capitão e principal jogador da equipe na temporada, o tricolor precisa acabar com as falhas defensivas para poder brigar pelas primeiras posições da competição.

"Os dois primeiros gols que tomamos foram em erros próprios. O pênalti também foi falha nossa. Se você joga de visitante contra o líder não pode errar. Toda vez que jogamos fora estamos perdendo por erros próprios", disse o argentino após a derrota. "Para brigar pelas primeiras posições, tem que melhorar", completou o atacante.

Pratto, no entanto, achou que a vitória do Corinthians não foi justa. "Nós fazemos gols por virtudes próprias, enquanto eles fazem os gols por erros nossos. Precisamos reverter isso", analisou.

Quem também reclamou dos 'gols bobos' sofridos no clássico foi Wellington Nem. "A gente tem que ficar ligado, a gente toma muito gol bobo. Tem que rever o jogo pra não cometer os mesmo erros. Tomou um gol bobo, conseguiu reverter, empatar, depois em outra bobeira tomou outro gol", disse o autor do segundo gol tricolor no jogo.

Com nove pontos em seis jogos disputados, o São Paulo terá chance de se recuperar no Brasileirão já nesta quarta-feira, às 19h30, quando encara o Sport, no estádio da Ilha do Retiro, em Recife.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.